quinta-feira, 3 de março de 2011

la vida.

E do que nao escrevi, nao vi, nao falei, nao presenciei, nao comi, nao fiz, nao ajudei, nao morri, nao lutei, nao fracassei, nao perdi, nao ganhei, nao me movi... Eu confesso que vivi, de um modo bem estranho, mas vivi. Dizem que viver ultrapassa qualquer entendimento, e agora sei que é realmente assim, no pé da letra, sem entendimento algum, porque a vida que eu procuro é viver, exatamente, procurando, e se eu nao procurasse por tantas coisas, nao encontraria minha falha, e assim nao teria a base dos meus defeitos. Defeitos todos tem, poucos encontram em si mesmo o motivo deles, e poucos sabem que quando um defeito fica perfeito, outro defeito aparece, assim segue a vida, quando um amor desaparece, outro com certeza aparece, e eu vivo assim, procurando.

2 comentários:

  1. E com certeza aparece, sem o risco haha.
    Aparece sim,
    de tanto procurar após um amor desaparecer e por tantas vezes ter encontrado; hoje sei que ainda posso perder mil amores que encontrarei o mil e um.

    ResponderExcluir
  2. OLÁ
    ADOREI SEU BLOG E ESTOU SEGUINDO.
    ME SEGUE DE VOLTA?
    WWW.AMORIMORTALL.BLOGSPOT.COM
    BEIJOS

    ResponderExcluir